terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Eis-me aqui!!!

Eu blogueio
Tu blogueias
Ele blogueia
Nós blogueamos
Vós blogueais
Eles blogueiam


Será que blog é sinônimo de intelecto?
Será que "blog" é um verbo do futuro em tempo presente, ou do presente num tempo louco, onde todos se fazem sábios, expondo suas razões e emoções, por parecer mais fácil se auto-afirmar em ser um "ser pensante" carimbado como "culto" e de "opinião" por "blogar"...
Quem não tem blog não tem opinião? Ou quem tem blog tem a necessidade de expor a opinião que não suporta mais calar?
Não gosto disso... Não que eu seja a dona da "TRIBUNA" (literalmente, gostei do trocadilho) eu sempre emprestei meu microfone a todos e meus ouvidos também, mas essa gaveta bagunçada que ainda é a internet, me assusta, pois muitos rascunhos mal acabados de ignorantes da verdade, aqui espoem suas "verdades", muitas delas cheias de mentiras e enganos, e não há um limite ou controle nesse universo virtual onde cada um é dono de suas idéias, porém não tem noção do efeito que pode causar em quem não tem opinião... Sempre evitei o mundo dos blogueiros, claro, como tudo na vida tem exceção, lógico que aquelas pessoas que já conquistaram respeito e credibilidade no jornalismo tradicional, fazem a diferença nesse contexto ao qual me refiro.
Mas resolvi "estudar" esse fenômeno... e assim tentar entender essa ferramenta, que em minha opinião é muito perigosa, uma porta aberta para a benção e/ou para a maldição... dependendo do prisma...
Essa revolução, que para mim se assemelha com as grandes revoluções (religiosa, industrial, etc) é sem dúvida, uma espécie de "eco", onde todos que postam esperam ouvir sua própria voz, é sem dúvida, uma forma de dizer: tenho opinião!!! Mas é aí que entra meu questionamento... será que é preciso isso pra você saber o poder do cérebro que Deus te deu? Será preciso um mundo virtual pra te mostrar a maior realidade de todas, ou seja, que Deus te deu um intelecto que te diferencia dos animais e que te faz uma pessoa rica em pensamentos, opiniões, “brainstorming”... Será preciso um "blog" pra você descobrir o quanto você é especial e fascinante?
Mas tudo bem...
Seja pra contestar ou apenas pra estar "na moda", eis-me aqui...
...me rendi a esta onda, entrei nessa "ideia" de "blog"... mas não esperem que eu fique postando novidades o tempo todo, tenho mais o que fazer...
Sim, eu era contra esse fenômeno mundial chamado "blogosfera", resisti até hoje... mas não é porque agora tenho um que vou virar uma blogueira de destaque, não pense que por eu ser a "pimentinha" que sou na imprensa local, no "blog" serei igual, não tenho tempo a perder e minhas idéias e meu tempo valem R$... Prefiro que meus leitores comprem o jornal pra saber minha opinião...
Sou editora-chefe da redação do jornal Tribuna Popular, tenho espaço garantido pra escrever, não preciso disso, (pensava eu, me limitando ao meu universo São Gabriel - RS) "deixo os blogs pra quem quer ter voz e vez, eu não preciso disso"... Não vou me render a essa explosão de informações e opiniões, a essa babel... onde todos parecem gritar: eu penso, leia-me!!! Siga-me!!! Ouça-me!!! Olha eu aqui! Tenho cérebro!!! Leia-me, sou uma pessoa de opinião...
Sou uma mulher de opinião, e ser uma "mulher de opinião" está estampado na minha cara, quem me conhece sabe, não preciso criar um blog e jogar na net como lançando uma rede ao mar pra tentar pescar alguns seguidores de minhas idéias, opiniões e etc & tal...
Mas vou experimentar, afinal, não me acho a dona da verdade e se eu estiver errada, mudo de opinião, pois ter opinião não pode me fazer pensar que a minha opinião/verdade é absoluta, mas como nesse mundo da "blogosfera" cada um é dono de seu universo, se você discordar de mim é simples: tem muitos outros "blogs" esperando por sua visitinha... by, by...

Nenhum comentário:

Postar um comentário